IPCA-15 tem menor taxa para março desde o início do Plano Real



O Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) ficou em 0,02% em março, a menor taxa para o mês desde o início do Plano Real, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em fevereiro, o indicador – que é considerado uma prévia da inflação oficial – havia ficado em 0,22%; em março de 2019, em 0,54%.
O recuo do IPCA-15 foi puxado pela queda de 16,88% no preço das passagens aéreas, setor que tem sido especialmente impactado pela pandemia do coronavírus, com cancelamentos generalizados de voos e paralisação de operações. O item contribuiu com -0,11 ponto percentual no indicador.
Com o resultado, o IPCA-E (IPCA-15 acumulado trimestralmente) ficou em 0,95%. Em 12 meses, o índice alcançou 3,67%, abaixo dos 4,21% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores.
Transportes
Entre os grupos de despesas, os transportes exerceram a maior influência de queda sobre o IPCA-15, com deflação de 0,8%. Além das passagens aéreas (que recuaram pelo terceiro mês seguido), também tiveram quedas os preços de:
gasolina (-1,18%)
etanol (-1,06%)
óleo diesel (-1,95%)
gás veicular (-0,89%)
Source: Globo Economia