Dólar oscila nesta sexta-feira



Na véspera, moeda norte encerrou o dia em queda de 1,87%, vendida a R$ 5,5811. O dólar opera sem direção definida nesta sexta-feira (22), após dois dias de desvalorização da moeda frente ao real, com o mercado também atento à cautela internacional e ao cenário político doméstico.
Às 9h25, a moeda norte-americana era vendida a R$ 5,5921, em alta de 0,20%. Veja mais cotações.
O Banco Central realizará nesta sexta-feira leilão de swap tradicional de até 12 mil contratos com vencimento em setembro de 2020 e fevereiro de 2021.
Na quinta-feira, a moeda norte-americana encerrou o dia em queda de 1,87%, vendida a R$ 5,5811 – a menor cotação de fechamento desde 4 de maio. No mês, a moeda passou a acumular alta de 2,60%, e no ano, de 39,19%.
Se aproximando de R$ 6, até onde vai o dólar?
Brasileiros correm para vender dólar após disparada da moeda
o
Cenário externo
No exterior, o dia é negativo à medida que crescentes tensões entre Washington e Pequim aumentavam os temores de uma recuperação mais lenta diante da recessão causada pelo coronavírus.
A China decidiu impor uma lei de segurança nacional sobre Hong Kong que pode fazer com que as agências de inteligência do continente estabeleçam bases no centro financeiro global, aumentando o medo de mais protestos pró-democracia.
A medida também pode aumentar as tensões EUA-China, já que o presidente norte-americano, Donald Trump, alertou na quinta-feira que Washington reagiria “muito fortemente” se Pequim seguisse em frente com a lei.
Dólar – 21.05.2020
Economia G1
Source: Globo Economia