Dólar opera em queda nesta terça



Na segunda-feira (11), moeda norte-americana fechou em alta de 1,69%, a R$ 5,5031, maior cotação em dois meses. Notas de dólar
pasja1000/Creative Commons
O dólar opera em queda nesta terça-feira (12), em meio às expectativas de um estímulo maior nos Estados Unidos sob o comando do presidente eleito Joe Biden.
Às 9h40, a moeda norte-americana caía 0,41%, vendida a R$ 5,4804. Veja mais cotações.
Na segunda-feira (12), o dólar fechou em alta de 1,69%, a R$ 5,5031, no maior nível desde 5 de novembro (R$ 5,5455 ).
Em quatro pregões seguidos de alta, a cotação acumulou ganhos de 4,54%. Desde 10 de dezembro, quando bateu uma mínima em seis meses (R$ 5,0417), a moeda salta 9,16% e, apenas em 2021, ganha 6,01%.
Cenário global e local
Na cena externa, os preços do petróleo tocaram uma máxima de 11 meses nesta terça-feira, com o Brent, referência global, aproximando-se de US$ 57 por barril em meio a uma oferta mais apertada e expectativas de queda nos estoques dos Estados Unidos, o que compensou preocupações com os casos de coronavírus pelo mundo.
Por aqui, as preocupações com a saúde das contas públicas, o patamar de juros baixos e sinais de fortalecimento do dólar ante seus pares desenvolvidos e emergentes são apontados como alguns dos fatores para um câmbio mais pressionado no Brasil nas últimas semanas.
Economistas cobram reformas de Bolsonaro após presidente dizer que Brasil está quebrado
Histórico da variação do dólar
G1
VÍDEOS: Últimas notícias de Economia
Source: Globo Economia