Dólar opera em queda, após PIB do 3° tri e apesar de cautela comercial



Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,64%, a R$ 4,2127. O dólar opera em queda nesta terça-feira (2), com os agentes do mercado atentos aos dados do PIB brasileiro do terceiro trimestre, melhores do que o esperado, em sessão de dúvidas renovadas sobre a possibilidade de um acordo comercial entre Estados Unidos e China.
Às 9h32, a moeda norte-americana caía 0,34%, vendida a R$ 4,1983. Veja mais cotações.
Na véspera, o dólar fechou em queda de 0,64%, a R$ 4,2127, após avançar 5,2% em novembro . No acumulado no ano, a moeda tem alta de 8,74.
Real foi a 4ª moeda que mais perdeu valor frente ao dólar em novembro
O Banco Central leiloará nesta terça-feira até 10.000 contratos de swap cambial reverso e até 500 milhões em dólar spot. Adicionalmente, a autoridade monetária ofertará 10.400 contratos de swap tradicional para rolagem do vencimento fevereiro de 2020.
Fatores
Uma série de fatores que têm influenciado o mercado de câmbio no país nas últimas semanas. São eles:
Movimento recente de maior saída de dólares do Brasil, o que torna a moeda mais cara por aqui
Preocupações generalizadas sobre uma desaceleração da economia global em meio à guerra comercial entre Estados Unidos e China, o que aumenta a procura por dólares
Arrecadação abaixo do esperado com o leilão do excedente da cessão onerosa
Queda dos juros no Brasil e a redução da diferença em relação aos juros dos EUA (o que torna os investimentos no Brasil menos atraentes)
Declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o câmbio “tende a ir para um lugar mais alto”.
Tensões políticas na América Latina, que afastam investidores do mercado financeiro
Source: Globo Economia