Dólar abre em queda após disparada na véspera



Na segunda-feira (19), a moeda norte-americana encerrou a sessão em alta de 2,63%, cotada a R$ 5,2501. O dólar opera em queda nesta terça-feira (20), após registrar forte alta na véspera, em meio à aversão ao risco no exterior diante do aumento nos casos globais de Covid-19.
Às 9h02, a moeda norte-americana recuava 0,13%, a R$ 5,2434. Veja mais cotações.
Na segunda-feira, o dólar fechou em alta de 2,63%, vendido a R$ 5,2501. É o maior patamar de fechamento desde 8 de julho (R$ 5,2561). No mês, a divisa tem avanço de 5,58%. No ano, passou a acumular alta de 1,21%.
s
Cenário
No exterior, o dia indica recuperação após os abalos da véspera. Permanece, no entanto, a cautela em vários países no mundo, diante do aumento constante de novos registros de Covid-19 onde até então a epidemia estava mais contida.
O possível impacto econômico de novos lockdowns nesses locais e alguma perda de força nas projeções mais otimistas para o EUA pegam investidores já em dúvida sobre como o banco central norte-americano (Fed) lida com inflação mais alta em paralelo a uma robusta concessão de estímulos. No pior dos cenários do mercado está uma estagflação – baixo crescimento econômico com preços mais altos.
Powell, do Fed, permanece focado em recuperação de empregos e vê alta na inflação como temporária
Mercado financeiro eleva pela 15ª semana seguida a estimativa de inflação no ano e prevê Selic a 6,75%
Variação do dólar em 2021
Economia G1
Source: Globo Economia