Conab eleva previsão da safra de grãos no Brasil para 273,8 milhões de toneladas



Volume tem estimativa 6,5% maior sobre o ciclo anterior, um recorde. Soja
Divulgação/Confederação Nacional da Agropecuária
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciou nesta quinta-feira (8) que a previsão para a safra de grãos no Brasil, que deverá chegar a 273,8 milhões de toneladas, um crescimento de 6,5% sobre o ciclo anterior, o que corresponde a 16,8 milhões de toneladas.
A área total de plantio deve crescer 3,9% sobre a safra anterior, alcançando cerca de 68,5 milhões de hectares. O aumento se deve, principalmente, a boa performance da soja e do milho.
Em relação ao mês passado, são 1,5 milhão de toneladas a mais previstas.
Cerca de 20 milhões de hectares serão provenientes das lavouras de segunda e terceira safras (outono) e as de inverno, que ocuparão a pós-colheita da soja e do milho primeira safra.
O levantamento da Conab leva em conta o calendário de safra, que começa em julho e termina junho do ano seguinte. Diferentemente da análise Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que considera o que foi produzido durante os 12 meses do ano.
Soja
A soja, principal produto do agronegócio brasileiro, tem colheita estimada de 135,5 milhões de toneladas, crescimento de 8,6% em relação ao último ciclo. Esse será um novo recorde para a cultura.
Milho
A produção de milho também tem estimativa recorde, com previsão de atingir 109 milhões de toneladas e crescimento de 6,2% sobre a produção passada.
Arroz e feijão
O feijão deve ter crescimento de produção de 2%, totalizando 3,3 milhões de toneladas.
O arroz, no entanto, deve sofrer uma redução de produção de 0,8%, 11,1 milhões de toneladas.
Source: Globo Economia