China anuncia nova rodada de negociações comerciais com os EUA



Delegação dos Estados Unidos visitarão a China em 28 e 29 de março. Em troca, vice-primeiro-ministro Liu He viajará a Washington no início de abril. Presidente da China, Xi Jinping, e presidente dos EUA, Donald Trump, se cumprimentam em imagem de novembro de 2017.
Damir Sagolj/Reuters
Uma delegação dos Estados Unidos chefiada pelo representante de Comércio, Robert Lighthizer, e pelo secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, visitarão a China em 28 e 29 de março para a próxima rodada de negociações, afirmou nesta quinta-feira (21) o Ministério do Comércio da China.
Em troca, o vice-primeiro-ministro Liu He viajará a Washington no início de abril para mais discussões, conforme as duas maiores economias do mundo tentar fechar um acordo comercial para acabar com meses de disputas.
China X EUA: os 3 pontos da guerra comercial que opõem os países
Entenda a guerra comercial e seus possíveis impactos
As discussões serão as primeiras desde que o presidente norte-americano, Donald Trump, adiou o prazo de 1 de março para evitar o aumento de tarifas sobre US$ 200 bilhões em importações chinesas dos atuais 10% para 25%.
Trump alertou na quarta-feira que os EUA podem manter as tarifas sobre bens chineses por um “período substancial” para garantir que Pequim cumpra qualquer acordo comercial, ampliando as incertezas sobre as negociações.
Washington e Pequim estão lutando pela forma final de um acordo que ambos os lados disseram que gostariam de alcançar, com autoridades americanas exigindo mudanças profundas na política industrial chinesa.
Mas as autoridades americanas têm insistido que qualquer acordo deve ter força – incluindo a possibilidade de impor tarifas unilateralmente, caso a China comece a se desviar de quaisquer compromissos para acabar com práticas comerciais injustas.
Source: Globo Economia