Bovespa cai com tensão no exterior



Na véspera, índice da bolsa brasileira subiu 0,47%, a 89.039 pontos. Bovespa
Nelson Almeira/AFP
O principal índice da bolsa paulista, a B3, opera em forte queda nesta quinta-feira (6), acompanhando o cenário no exterior, em meio a preocupações sobre um possível agravamento da guerra comercial entre Estados Unidos e China com a prisão da diretora da Huawei, Meng Wanzhou.
Às 10h42, o Ibovespa caía 0,95%, a 88.193 pontos. Veja mais cotações
As ações da Vale, Itaú, Petrobras operavam em baixa, perto do mesmo horário.
As ações de mercados emergentes caminhavam para registrar seu pior dia em três semanas nesta quinta-feira, com os índices asiáticos recuando após a prisão da executiva da gigante de tecnologia chinesa Huawei a pedido dos Estados Unidos.
A filha do fundador da gigante chinesa de tecnologia Huawei foi detida no Canadá e pode ser extraditada para os Estados Unidos, em um forte golpe às esperanças de amenizar as tensões comerciais entre Pequim e Washington e abalando os mercados financeiros globais.
A prisão aconteceu apenas alguns dias depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, e o presidente chinês, Xi Jinping, concordaram com uma trégua temporária em sua guerra comercial para dar mais tempo para as negociações.
“Esta notícia é bastante significativa, já que o governo dos EUA está tentando persuadir os aliados a pararem de usar equipamentos Huawei devido a temores de segurança, o que está provocando vendas generalizadas”, disse à Reuters Stephen Innes, diretor de operações da região Ásia-Pacífico da OANDA, em uma nota.
A Huawei, uma das maiores fabricantes de equipamentos de telecomunicações do mundo, já enfrentou dificuldades no mercado dos EUA no passado devido a alegações de que seus equipamentos podem conter brechas de segurança que poderiam permitir um monitoramento não autorizado.
Na véspera, o Ibovespa subiu 0,47%, a 89.039 pontos. Na mínima do dia, foi a 88.448 pontos e, na máxima, chegou a 89.111 pontos.
Source: Globo Economia